Atendimento pelo WhatsApp
Olá! Clique em uma das opções abaixo e nós retornaremos o mais rápido possível.
Calibração de instrumentos: o que é, como fazer e benefícios

Calibração de instrumentos: o que é, como fazer e benefícios Calibragem Instrumentos de Medição



Calibração de instrumentos: o que é, como fazer e benefícios Calibragem Instrumentos de Medição



Calibração de instrumentos: o que é, como fazer e benefícios Calibragem Instrumentos de Medição



Calibração de instrumentos: o que é, como fazer e benefícios Calibragem Instrumentos de Medição



Calibração de instrumentos: o que é, como fazer e benefícios


Calibração de instrumentos: o que é, como fazer e benefícios Calibração de Instrumentos Sorocaba Calibração Manômetro
Calibração de instrumentos: o que é, como fazer e benefícios
  Entre em contato via WhatsApp   Entre em contato via WhatsApp

A calibração de instrumentos é fundamental para que diversas empresas e indústrias possam executar seus serviços com maior eficiência, isso porque utilizam de instrumentos de medição que precisam apresentar resultados com exatidão, pois, caso contrário, os serviços prestados ficam comprometidos.

 

Encontrar formas efetivas e econômicas de promover calibração de instrumentos, portanto, é uma necessidade central para que o nível e a qualidade dos serviços e produtos se mantenham elevados. Acontece que essa calibração é coisa séria, e há uma dificuldade mercadológica de entrar profissionais e empresas capacitados para realização dessa tarefa.

 

Como fazer a calibração de instrumentos? Quais os benefícios de uma boa calibração? Fique conosco até o final do texto para saber mais.

 

Boa leitura!

 

O que é a calibração de instrumentos?

 

A calibração de instrumentos é, antes de tudo, um processo cuja finalidade é tornar preciso aqueles instrumentos de medição utilizados no cotidiano da empresa. Esse processo é importante, pois evita o uso inadequado de instrumentos e até resultados imprecisos que comprometam a produtividade da empresa.

 

Contar com instrumentos descalibrados é abrir uma grande margem para imprecisões nos processos, o que gera impactos financeiros e de qualidade que podem ser fatais para a organização.

 

Na prática, a calibração compara os resultados obtidos pelos equipamentos a serem calibrados com instrumentos-padrão, calibrados a partir dos números referenciais nacionais e internacionais, sempre em ambientes e condições controladas.

 

Como é feita a calibração de instrumentos?

 

Para fazer a calibração de instrumentos é possível optar por dois caminhos distintos: no primeiro, a calibração é realizada através de laboratórios especializados, que recebem os dados dos instrumentos e os analisam a partir das normas estabelecidas pela ABNT.

 

 

Para entregar uma confiabilidade maior, a calibração de instrumentos segue um padrão de qualidade bem rígido. Esse padrão nasce das normas estabelecidas legalmente, mas é aprofundado a partir de políticas internas de cada laboratório.



 

O segundo caminho para calibração é através de instrumentos em campo, ou seja, a partir da comparação de um instrumento calibrado com aquele que se pretende calibrar. Esse método é mais rápido e evita paradas longas, mas pode apresentar uma taxa de erro que pode comprometer todo o processo.

 

Quais são os tipos de calibração?

 

Existem diversos tipos de calibração de instrumentos. Podemos destacar, no entanto, seis como os mais comuns e praticados. O primeiro tipo de calibração é a de pressão, que consiste na comparação entre dois dispositivos de medição de pressão.

 

Há, ainda, a calibração de temperatura, que realiza a configuração de dispositivos que realizam medição de temperatura. É bem frequente, ainda, a calibração de fluxo, que padroniza dispositivos de detecção de fluxo através do comparativo com um equipamento referência.

 

Vale destacar, ainda, a calibração de pipeta, que exige uma calibração a cada novo uso, já que envolve a transferência de materiais em análise para outro recipiente. Do mesmo modo, a calibração elétrica também merece uma atenção especial, já que por meio deste processo são ajustados equipamentos que envolvem parâmetros elétricos.

 

Por fim, a calibração mecânica encerra nossa lista, e é importante definirmos este processo com um ajuste na relação entre valores e incertezas de medição fornecidos pelos padrões estabelecidos.

 

Benefícios da calibração de instrumentos

 

A calibração de instrumentos não é algo secundário nas empresas. É preciso, portanto, dar uma atenção especial a este processo, para evitar incoerências no desenvolvimento de ações relacionadas ao assunto.

 

Conheça, a seguir, alguns dos benefícios da calibração de instrumentos:

 

Segurança nos processos analíticos

 

Conseguir alcançar eficiência e segurança nos processos analíticos é uma das prioridades em qualquer empresa. Afinal, quando o cenário é contrário, os resultados negativos são drásticos e problemáticos.

 

A calibração de instrumentos consegue, com o máximo de eficiência, garantir que cada um dos instrumentos utilizados seja perfeitamente compatível com as ações desempenhadas e com os resultados esperados.

 

Dessa forma, a empresa responsável por promover e certificar a calibração garante a confiabilidade das medições. É por isso que contar com uma boa empresa para isso também é muito importante.

 

Redução de custos e aumento da produtividade

 

Contar com uma rotina de repetição de processos é, além de desgastante, um fator de aumento de custos. Por vezes existem verdadeiros gargalos financeiros cuja fonte está nessa repetição desnecessária.

 

Essa repetição, por sua vez, pode ter origem justamente na falta de calibração adequada dos instrumentos. Quando esse cenário está estabelecido, não é incomum haver repetições de rotinas em que não se tem certeza sobre a eficácia das mensurações ou, então, a repetição porque são identificados erros nas medições.

 

A calibração de instrumentos combate tudo isso.

 

Cumpre requisitos e certificações

 

Contar com um processo de calibração e, principalmente, um parceiro reconhecido na área, é fundamental para que as empresas possam conquistar as principais certificações do mercado.

 

Em certos contextos, empresas que não têm certificações como ISO 17025, ISO 15189, CAP, PALC e DICQ acabam ficando para trás da concorrência. Não obstante, só se consegue essas certificações quando a calibração de instrumentos é um processo muito bem desenvolvido pela empresa.

 

Evitar multas e problemas

 

Em certos contextos, ainda, existem empresas que estão submetidas a exigências e normas legais no que diz respeito à calibração de instrumentos. Quando não há um processo bem definido nessa área e, principalmente, quando erros são percebidos, a empresa estará sujeita a multas e punições legais.

 

É evidente, portanto, que contar com a ajuda de uma empresa de calibração de instrumentos é fundamental para evitar qualquer tipo de transtorno legal, sobretudo a incorrência em multas ou punições ainda mais graves.

 

Conclusão

 

Neste artigo, entendemos melhor o que é a calibração de instrumentos, definida como um processo cuja finalidade é tornar preciso aqueles instrumentos de medição utilizados no cotidiano da empresa.

 

Vimos, ainda, como é realizada essa calibração, que pode ser feita através do comparativo de instrumentos, sendo que o mais indicado é contar com laboratórios especializados. Listamos, também, os tipos disponíveis no mercado e os benefícios associados à prática.

 

Sua empresa precisa de um laboratório parceiro para a calibração de instrumentos? Clique no botão “atendimento pelo WhatsApp” no canto inferior esquerdo da sua tela e fale com um dos especialistas da Calibracom.

 

Calibração de instrumentos: o que é, como fazer e benefícios Calibragem Instrumentos de Medição

 

 




Mais Informações